segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Novo trimestre, novo tema da Lição da Escola Bíblica Dominical da CPAD

Para milhares (talvez milhões) de alunos assembléianos da Escola Bíblica Dominical de todo o Brasil, que fazem uso da revista “Lições Bíblicas” da Casa Publicadora das Assembléias de Deus (CPAD), cada novo trimestre que se inicia é sinônimo de uma nova revista com um novo tema, aonde se estudarão lições sobre a temática a cada domingo.

Sempre sob a responsabilidade doutrinária/teológica do Mestre Antônio Gilberto, cada trimestre um comentarista diferente assume a responsabilidade pela produção da revista. Este mês coube tal tarefa ao Pr. Geremias do Couto (blog do Pastor http://geremiasdocouto.blogspot.com/), de Teresópolis, RJ.

O tema deste trimestre é “As promessas de Deus para a sua vida”, e terá a seguinte programação das lições por cada domingo:
1- O caráter das promessas de Deus
2- As promessas de Deus e a sua soberania
3- A promessa da salvação
4- A promessa do batismo no Espírito Santo
5- A promessa da cura divina
6- A promessa da paz interior
7- A promessa da verdadeira prosperidade
8- A promessa de um lar feliz
9- A promessa de uma velhice feliz e frutífera
10- A promessa de segurança num mundo inseguro
11- A promessa da segunda vinda de Cristo
12- A promessa de nossa entrada no céu
13- Como alcançar as promessas de Deus.

Que essa lição trimestral possa vim a nos despertar para a realidade bíblica das promessas de Deus para nossas vidas, que possamos crer piamente na fidelidade e poder de Deus para cumpri-las, além de saber o que é preciso fazer (e não fazer) para estarmos na posição de recebê-las.

As revistas da Escola Dominical têm se mostrado um verdadeiro curso de Teologia, sempre com subsídios teológicos, exegeses e uma hermenêutica séria e comprometida com a Sã Doutrina, com uma linguagem erudita e ao mesmo tempo clara e direta. A maioria dos grandes pastores, teólogos e conferencistas tiveram suas raízes nesse tão abençoado trabalho, e com certeza, graças ao início na Escola Dominical, são hoje reconhecidos como homens de Deus comprometidos com a Palavra.

Que este trabalho tão essencial e rico possa continuar sempre a crescer em todo o Brasil e mundo, pois este é um modo eficaz da igreja se fortificar na Palavra, ficando menos influenciável contra os ventos de doutrinas, modismos e invenções dos nossos dias sem fundamento algum.

Enfim, que as saudáveis práticas da leitura e estudo da Bíblia (que é a verdade, cf. Jo 17:17) possam voltar a ser uma prática e não apenas uma teoria!
“Examinais as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam” João 5:39.

Vale-se apenas ressaltar que o que fora comentado acima se refere à Lição para Jovens e Adultos, que digamos, é o carro-chefe das Lições Bíblicas da CPAD, direcionada para a faixa etária de 18 anos em diante. O currículo da CPAD ainda conta com revistas específicas para cada faixa etária.

Site de subsídios sobre as lições: http://www.escoladominical.com.br/.

Por Anchieta Campos

2 comentários:

Klauber Maia disse...

Subsídios para as lições também podem ser encontrados no site EBDweb - www.ebdweb.com.br

Anônimo disse...

A paz do Senhor,
Gostaria de novamente, apesar dos últimos capítulos da revista abrangentemente,levantarem questões escatológicas,de a CPAD colocar uma revista, talvez duas sequenciadas, com o estudo da vinda de cristo com toda parte escatológica, ensinando sobre israel , igreja tribulação, milênio juízo final, enfim, está de certa forma passando da hora de não se ensinar profecias bíblicas aos irmãos. não consigo entender a repetitividade da revista, sem desmerecê-la, em assuntos que são bençãos mas que se repetem . quando ministrei todo o assunto escatológico abrangendo livvros de Zacarias, Apocalipse, Matheus , Daniel e outros, praticamente ouve uma facilidade em paralelo de compreendermos as falsas doutrinas e a importância do sofrimento na vida do Cristão, repito, tudo com a ênfase no estudo sequenciado(céu, ressurreição, 2ª vinda, período tribulacional, milênio jf e eternidade com Cristo e Deus.
Enquanto o dízimo tem espaço em praticamente todas as revistas, estudos escatológicos além de ausentes , os existentes são bem, bem superficiais."polêmico" é a justificativa para a maioria dos Pastortes em não ministrarem, sendo que não é difícil, pois as igrejas de um modo geral não praticam este estudo se resumindo a cursos de teologia que por sua vez estão um pouco a desejar neste assunto no quisito importância.
Desculpe-me pelo desabafo, Deus é contigo.